SOCIEDADE SECRETA #3: RITOS DA PRIMAVERA | DIANA PETERFREUND | THEREVIEWBOOKS.COM.BR
Destaque,  Resenhas

Sociedade Secreta #3: Ritos da Primavera » Diana Peterfreund

Olá pessoas, voltei para falar sobre Ritos da Primavera, terceiro livro de uma das minhas séries favoritas!

Você pode ler as resenhas de Rosa & Túmulo e Sob a Rosa, clicando respectivamente nos nomes!

Esta resenha contem spoilers sobre os livros anteriores!

Ritos da Primavera começa com a C177 organizando o seu trote de sociedade. Quando eles resolvem invadir o mausoleu de outra sociedade secreta. A Cabeça de Dragão.

No meio da missão George (Puck), acaba ficando entediado e ferrando com todo o planejamento ao invadir antes do tempo. Ao disparar o alarme do mausoleu, acaba prendendo uma parte do clube dentro dele por horas. O que acaba dando tempo a eles de mudarem seus planos. Pregando então uma peça na outra sociedade.

Mas nem tudo é perfeito. Ao sairem de lá, Jamie (Poe) acaba se machucando, e deixando nossa coveira bem preocupada, afinal, cortes na cabeça sangram bastante.

Mas a recem tregua no relacionamento, se é que podemos chamar de relacionamento, de Amy e Jamie não é o tema. por enquanto!

Após pregarem peça na Cabeça de Dragão, Amy é reconhecida como um dos coveiros. Acaba então tendo que aceitar receber todos os trotes da sociedade rival. Ou em vez disso deverá devolvercontar onde esta a estatua deles.

E assim a vida de Amy vira um verdadeiro inferno.

Mas alguns dias antes do recesso de primavera, Amy acaba descobrindo a verdadeira razão de ter virado o bode expiatório. Na realidade não se tratava apenas ser uma coveira. Ela era ex-namorada de Brandon. Que por sua vez agora estava namorando Felicity, uma membra da Cabeça de Dragão.

Abalada com o rumo que sua vida esta levando, Amy e seus amigos seguem para a ensolarada Florida. Onde passarão a próxima semana aproveitando as vantagens de pertecerem a Rosa & Túmulo, curtindo a ilha particular dos coveiros.

Mas nem tudo são rosas na vida de Amy. Lembram que ela tem pavor de água? Então, para chegarem na ilha eles deverão atravessar em um barco, e até ai nenhum problema muito grande. Até que ela sofre um acidente e quase morre afogada. Quando então Jamie a salva, é ai que as coisas começam realmente a mudar.

Quando os coveiros enfim pensam que irão conseguir descansar e respirar, uma conspiração ameaça o descanso deles.

Eu me arrisco a dizer que Ritos da Primavera é meu livro favorito da série. Afinal é nele que a Amy começa verdadeiramente a amadurecer, e nos mostrar um pouquinho do que esperar de seu futuro.

Como nos livros anteriores, Ritos da Primavera nos conta um pouquinho mais das histórias dos outros coveiros, e claro vemos a continuidade da vida de Amy. Esta foi o livro que mais vemos a evolução e o amadurecimento da personagem até agora.

A autora junto com as publicações também disponibilizou dois contos que se passam no decorrer do livro. Para conferir os textos no original basta seguir os links a baixo:

Agora se você quiser adquirir Ritos da Primavera com um desconto especial, basta clicar aqui!

24 anos, técnica formada, estudante de Engenharia Civil, conhecida como ''de exatas'' nos grupos de amigos e viciada em romances, sejam eles quais forem! Na eterna busca pelo Mr. Darcy contemporâneo e inexistente.