QUERIDO VIZINHO | PENELOPE WARD | THEREVIEWBOOKS.COM.BR
Resenhas

Querido Vizinho » Penelope Ward

Querido vizinho é o último lançamento da Penelope Ward do selo Essência da editora Planeta. Esse é mais um livro da autora, que tem aqui no Brasil, outros títulos lançados, como Amor Imenso, Meu Querido Meio Irmão e Cretino Abusado.

Autora best-seller do The York Times e do USA Today, Penelope Ward nasceu em Boston, tem mais de 15 livros publicados, alguns em co-participação com sua amiga Vi Keeland, parceria que sempre funciona a perfeição.

De todos os livros da autora que eu li, esse tá no meio na minha escala de preferidos. Eu gosto dele, mas gosto mais de outros romances escritos pela autora.

Querido Vizinho é um livro único e você não precisa ler nenhum outro para mergulhar nessa leitura, já vi muita gente por aí com dúvida, já que Meu Querido Meio Irmão parece ser um conjunto de uma série com esse aqui. Mas, não se preocupe, se você não é lá muito fã de séries, vai fundo que esse é um livro com começo, meio e fim. Sem nenhum medo aqui.

Embora, se você for super curiosa como eu, pode conhecer a conturbada história de Elec em Meu Querido Meio Irmão.

Eu particularmente nunca li o livro, mesmo que Elec seja o grande ponto de partida de Meu Querido Vizinho. Eu simplesmente não tive empatia suficiente com o personagem para ter vontade de ler.

Chelsea foi deixada por Elec e acaba de mudar toda a sua vida, incluindo seu endereço. Em seu novo prédio tudo ia bem até ela perceber seu vizinho e seus cachorros barulhentos. O problema? Seu vizinho tem um quê do seu ex.

Mas a aparência física era a única coisa que o ligava a Elec.

Damien é uma caixinha de surpresas, no exterior ele parece só um cara irritadinho com um talento muito bom em pintura. Chelsea, já o viu mais de uma vez discutindo com outros inquilinos e ela tem certeza que ele deve estar pintando aquele mural nos muros do prédio sem autorização.

Além de um breve interlúdio entre eles no pátio e as vezes que ela vai reclamar dos latidos incessantes pela manha, Chelsea e Damien não trocaram muitas palavras, entretanto tudo muda, quando no meio de sua sessão de terapia por telefone, ela percebe que ele pode ouvir tudo.

Meu corpo ficou imóvel ao ouvir o som de uma risada.
No começo pensei que estava imaginando. Estava vindo de trás da minha cabeceira. Dei um pulo.
“Unicórnio. Que porra é essa!” Ele disse em sua voz profunda agora cacarejando um pouco mais.
Damien.
Ele estava ouvindo minha sessão de terapia!

Com Damien conhecendo todos os segredos de Chelsea e com os cachorros se acalmando apenas quando ela estava por perto. Começar uma amizade entre esses dois era como as coisas deveriam fluir. Porém resistir a atração ou transpor a barreira que Damien criou para não ceder a Chelsea encheu essas páginas com uma história maravilhosa e irritante ao mesmo tempo.

Muito desse livro é sobre responsabilidade emocional, eu tento sempre voltar para ele para me lembrar de não sacanear ninguém ou a mim mesma. Damien nos mostra várias vezes o que fazer e o que não fazer dentro de um relacionamento, seus extremos são importantes para a trama e para dizer para gente não se fechar por medo.

Enquanto isso, vemos uma Chelsea machucada, mas que tem um pouco de amor próprio faltando. Damien esta obviamente atraído por ela, isso é um fato, mas diz não atrás de não e ela sempre precisa ir lá uma última vez para procurar não sei o quê, mesmo depois que ela dá uma basta super radical na amizade, no estranho relacionamento, em tudo.

Isso me incomodou por demais nesse livro.

Não chega a ser um problemão na construção da personagem, mas dá uma quebrada no desenvolvimento do relacionamento entre o casal que vinha numa sinergia muito boa. O segredo de Damien também é um peso enorme na relação deles, que podia ser trabalhada de forma melhor, mas isso é mais um erro da personalidade do próprio personagem e não da Penelope.

Damien é um cabeça dura e eu queria ter batido nele em vários momentos da história, mas tudo isso culmina num final muito amorzinho para Querido Vizinho. E as cenas hot, Tiffannyk? Elas não são a cereja do bolo, na real dá até vontade de pular essas partes para poder continuar a ler o desenrolar da história.

E isso não é nem porque elas são mal escritas, descabidas ou fora de sintonia, mas como o casal passa até um pouco mais da metade do livro de forma platônica, quando eles se relacionam romanticamente de verdade é bem na parte onde culmina a história, onde a gente conhece os problemas de Damien e onde o drama do livro alcança seu ápice.

Não vou dar spoiler para explicar melhor, então é isso, você quer pular logo essa parte, afinal tem mais coisas deliciosas da história na próxima página. Eu amo essa sensação de fim de livro, onde a adrenalina vai batendo e você quer saber o que acontece, mas não quer que a história acabe.

Capas e edições de Querido Vizinho

Quando eu vi a edição brasileira da capa, estranhei, mas não por que ela é feia ou algo assim. E sim por que eu lembrava da capa americana do ebook com o modelo de gorro cinza, que deixa pouco da imaginação, já que retrata o Damien a perfeição.

VERSÕES DE CAPAS DE QUERIDO VIZINHO | PENELOPE WARD | THEREVIEWBOOKS.COM.BR

O que eu não sabia é que a edição em paperback era diferente, e foi essa que a essência trouxe para o Brasil. É uma capa bem bonita, mas com um padrão de cores completamente diferente do ebook e de Meu Querido Irmão, afastando ainda mais a simetria entre as capas e a cara de série que elas tinham.

Leia uma amostra do livro gratuitamente

Então, se você quiser tirar suas próprias conclusões sobre Querido Vizinho, pode comprar o ebook aqui ou a versão física aqui. O Preço de capa é R$44,90, mas você ganha um desconto e frete grátis clicando aqui.

Publicitária carioca, 27 anos, apaixonada por histórias de suspense e romances policiais. Autora "aposentada" de fanfics, esteve a frente do extinto site de fanfics interativas Dream Store Fanfictions, desde a sua criação em 2007. Nutrindo desde aquela época, uma vontade de ajudar autores iniciantes a escrever melhor e alcançar seus objetivos. No The Review Books é responsável pela série "Escrevendo um Bestseller" e pela identidade visual do site e redes sociais.